top of page
  • carolpanesi

A melhor companhia 3/8/22

São tantos os sentidos que me atravessam…

Saberes me flecham na luz fria das estrelas,

desta noite quente de invisíveis sereias,

que cantam silentes e abrem feridas de saudade no coração doente.


Seres encantados do folclore que colorem meus dias de brasilidade e solidão.

Decolonizam a alma, sedenta em oração.


Exausta então, me sento com a melhor companhia.

A fiel poesia, parceira de tempos

que sem economia ou alarde preenche o vazio que arde,

costura remendos com arte,

e me cura de qualquer absurdo do passado ausente.


E promete não só um futuro,

mas um presente pleno, valente e maduro.

Iluminando o escuro da mente, libertando sementes,

Plantando o amor em puro grão.


5 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Solstício de Inverno junho de 2022

Mesmo o dia de maior escuridão, oferta beleza na presença. É o Universo a te atualizar cura em uma velha crença. O outono se despede, a desfolhar de tudo o que não mais serve. Esvazia, emudece, cíclic

A Alquimista agosto 2022

Devo contar-lhes que uma artista é em verdade uma alquimista transcendental . E na tarefa diária e artesanal, escrevo no diário Meus lamentos ilusórios Que Ganham versos e rimas Enquanto o Universo me

bottom of page