• carolpanesi

Onda que vem, onda que vai bater no cais

Imensidão, água que leva e traz

Oh minha mãe Yemanjá

Mãe do mundo, dona do mar

Eu te canto e peço paz.

Rezo e ouço um toque de atabaque

Pra Sereia de além-mar

Odoia, Odoia!


Misteriosa a profundeza do Orixá

Sete caminhos ela esconde.

Vem, oh mãe rainha, Yemanjá

Leva o meu barco, o meu destino

Vem minha vida abençoar.

Te confio enfim, essa história, Oh mãe Senhora

Pra guardar dentro do mar.


05/05/07

Um agradecimento ao poderoso mistério da espiritualidade presente nas águas do mar e de suas profundezas, que provoca tanta adoração e inspiração.




12 visualizações1 comentário
  • carolpanesi

Luna.

Que rige las mareas de nuestras almas.

Que con tanto poder y belleza basta con una mirada para hacernos abrir un portal.

Conexión, femenina, ancestral.

Serena Selene,

Que con sus fases mágicas orquesta tanta vida.

Y llena, transborda su reflejo luminoso, aunque no se pueda ver.

Ella,

Que con la fuerza de la noche, abraza nuestra sombra y eleva

nuestro espíritu, nos llena de Luz


Dez de 2020




2 visualizações0 comentário
  • carolpanesi

E chega ela, calma,

serena, aquietando os corações.

Abrandando a mente,

ritmando a respiração.

Nunca fica comigo por muito tempo,

mas porque veio, ganhou essa canção.


out/2017






2 visualizações0 comentário